Archive for:

fevereiro, 2015

Petrobras confirma audiência para definir líder de ações

A estatal fará no dia 20 uma audiência para definir qual investidor será o líder das ações contra a companhia nos Estados Unidos Fonte: Exame Abril – Negócios

Raízen inicia entressafra com metade de etanol em estoque

Divisão de sucroalcooleira da Raízen entrou no período de entressafra com quase metade de sua produção de etanol estocada, devido a uma estratégia de vendas Fonte: Exame Abril – Negócios

Bridge Trust e Gradual formam parceria de R$ 6,5 bi

A operação entre os fundos de investimento está sujeita ainda à aprovação pelo Banco Central Fonte: Exame Abril – Negócios

CPFL Energia investirá em reforço do sistema elétrico de SP

A CPFL Paulista, que atende 234 municípios, receberá a maior parte dos investimentos, com um total de R$ 152 milhões Fonte: Exame Abril – Negócios

Honda desiste de meta de vender 6 milhões de carros por ano

Segundo o presidente-executivo da montadora, a Honda desistiu da meta de vencer 6 milhões de carros por ano até março de 2017 Fonte: Exame Abril – Negócios

Alemanha quer acelerar livre-comércio entre Mercosul e UE

A negociação do Mercosul para alcançar um tratado com a UE foi lançada em 1999, mas esteve paralisada por anos por posições inflexíveis de ambos os lados Fonte: Exame Abril – Negócios

Grupo Pão de Açúcar se prepara para crise de água e energia

O comitê multidisciplinar busca formas de tornar o uso desses recursos mais eficiente, com abertura de poços artesianos, água de reúso e instalação de geradores Fonte: Exame Abril – Negócios

Três dos 5 mortos na explosão de navio foram identificados

Restam no IML dois corpos ainda não reconhecidos por familiares Fonte: Exame Abril – Negócios

Petrobras: 8 provas de que tudo o que está ruim pode piorar

Maior companhia do país tem hoje um dos cenários menos favoráveis de sua história, graças a suspeitas de corrupção, dólar alto e multas milionárias Fonte: Exame Abril – Negócios

Fusão ALL-Rumo é positiva para crédito da ALL, diz Moody's

Agência de classificação de risco de crédito acrescentou que não antecipa nenhum impacto imediato nos ratings da ALL Fonte: Exame Abril – Negócios