Archive for:

fevereiro, 2015

Lego diz que imitações ameaçam brinquedos para meninas

A Lego tem tido bons resultados, especialmente com uma nova linha de brinquedos para as meninas, mas imitações desse sucesso estão preocupando a empresa Fonte: Exame Abril – Negócios

Lucro trimestral da Time Warner supera projeções

A Time Warner teve lucro trimestral melhor do que o esperado, ajudada pelo aumento das taxas de subscrição nos seus negócios Turner Broadcasting e HBO Fonte: Exame Abril – Negócios

Explosão em navio plataforma deixa 3 mortos no ES

Explosão no navio plataforma da Petrobras FPSO Cidade de São Mateus deixou pelo menos 3 trabalhadores mortos, 4 feridos e outros desaparecidos Fonte: Exame Abril – Negócios

Avon é condenada por forçar gerente a fazer dança sensual

Ex-funcionária teria sido obrigada vestir uma fantasia e dançar a música “Vida de Empreguete” durante uma convenção anual da empresa Fonte: Exame Abril – Negócios

Presidente do BB descarta influência da Lava Jato no crédito

O presidente do Banco do Brasil avaliou que setores ligados à Lava Jato, como o de óleo e o de construção, não terão impacto nas operações de crédito Fonte: Exame Abril – Negócios

Cade mantém multa de R$ 4,3 milhões à farmacêutica Merck

A empresa foi apontada como integrante do chamado “Cartel dos Genéricos”, que impunha condições para venda de medicamentos Fonte: Exame Abril – Negócios

Toyota assina protocolo para fazer centro de distribuição

De acordo com a empresa, serão investidos R$ 15 milhões na unidade, que deverá gerar cerca de 40 empregos diretos e indiretos Fonte: Exame Abril – Negócios

Cade aprova fusão da ALL com Rumo Logística

O conselho aprovou a fusão das transportadoras ALL e Rumo Logística, controlada pela Cosan Logística, mas impôs restrições Fonte: Exame Abril – Negócios

Thomson Reuters anuncia lucro anual de US$ 1,9 bilhão

No quarto trimestre, o grupo registrou lucro líquido de 1,1 bilhão de dólares, contra uma perda de 351 milhões no mesmo período um ano antes Fonte: Exame Abril – Negócios

Restrições à fusão de ALL e Rumo não atrapalham, diz Cosan

Nenhuma das restrições impôs a venda de ativos, como se esperava Fonte: Exame Abril – Negócios